Domingo, 25 de novembro de 2007

PS: VOU COLOCAR AS FOTOS EM BREVE, QUANDO O JAPONÊS ME PASSAR… VALEU!!!

Trabalho trabalho

Depois de passados alguns dias sem trabalhar, chegou a hora de voltar e fazer um esforço pra garantir a coca-cola de cada dia… quinta-feira era dia de show na O2 Arena e resolvi fazer double shift pra compensar as horas que eu não havia feito na semana. Comecei às 16:30 e fui até às 7 horas da manhã de sexta-feira… nada mal! Naquele dia ocorreu o show de um tal de Keny West… eu não sabia nem quem era… mas só pelos “manos” percebi que deveria ser outro desses rapper que tem por aí…

Na sexta-feira não tinha como ir para a escola… cheguei em casa às 9 horas da manhã e fui direto pra cama… fui acordar só depois das seis da tarde com a casa inteira literalmente berrando ao invés de conversar, mas tudo bem… isso já se tornou normal… eu é que estava dormindo na hora errada.

No sábado, a decepção: eu pensava que o meu cartão de débito cancelava as compras quando não houvesse mais dinheiro na conta… leve engano… eles deixam você comprar com um suposto “cheque especial”…. só que a merda do cheque especial custa 15 libras só por você ter usado, mais 6 libras por dia no negativo… ou seja… me ferrei legal por alguns dias… A segunda decepção foi pegar o meu pay-sleep e ver que a Cleanevent ainda não ajustou a taxa correta do meu imposto… ou seja: menos dinheiro na conta… continuemos esperando… daqui a quinze dias o novo pagamento chega e quem sabe o que eles cobraram errado volte…

Sábado é dia de trabalho e como na quinta-feira fiz double shift. Comecei às 16:30 e fui até às 7 e meia da manhã… A presença inusitada desta virada de noite foi a do Japonês, que agora também é Funcionário Cleanevent. Ele não tinha calça preta e nem tênis preto para ir trabalhar. Ou seja, o tênis eu emprestei e a calça ele pegou do Diego. Quando chegou a hora do break ele simplesmente veio me dizer que estava com fome e não tinha trago comida. Imagina você, programado pra trabalhar 12 horas seguidas e não leva comida… Lá foi o Zanatta dar as bolachinhas que estavam reservadas para o intervalo. Enfim, ele estava sozinho lá e era eu que precisava ajuda-lo no primeiro dia.

Na tarde do sábado o trabalho foi mais tranqüilo que água de poço. Estava acontecendo um encontro anual de escoteiros… aí imagina né! Aquele monte de criança andando de um lado pro outro em grupos uniformizados, com suas mochilas nas costas seguindo o instrutor, ou sei lá como chama… O bom é que escoteiro não pode tocar papel no chão senão perde a medalha… hehe… ficamos praticamente até às onze da noite caminhando ao redor da Arena… porque trabalhar na Cleanevent pode até ser fácil, mas não pode parar e sentar um minuto sequer! Na noite que o bicho pegou! “Puxaram” eu e o Japa pra ir pro IndigO2, uma “arena” menor que existe dentro do complexo, criada para shows de proporções não tão grandes ou então eventos especiais.

Espetacular! Esta é a palavra para descrever aquele lugar! Nunca vi um local tão bem estruturado para receber pessoas, shows para convidados, coquetéis, premiações e esse tipo de coisa que só gente importante faz. Na entrada da porta, uma placa indicando com clareza: “NO PHOTOS!”. Já era de se esperar… não vou conseguir destacar todos os pontos marcantes que vi naquele lugar, mas com certeza eles ficarão marcados na memória. O IndigO2 é o local onde o Eagles tocou naquela festa beneficente do Halloween, lembram¿ É um local onde tudo é especial. Os balcões gigantescos servindo qualquer tipo de bebida que você imaginar. O piso misturando madeira e um mármore escuro que eu nunca vi são limpos diariamente com toda a atenção e carinho do supervisor. Há opções para montar o grandfloor (com cadeiras, sem cadeiras, com mesas, sem mesas). O palco possui tudo que uma banda ou grupo de teatro necessita, com equipamentos de som e luz de última geração… até o piso do palco me impressionou! (sem contar todo o cuidado que eu precisei ter pra limpa-lo né! “Com o mop bem sequinho”, como dizia o supervisor…). Sobre os camarins nem precisa falar nada né! Impecáveis!

O pessoal pode achar que eu estou exagerando, mas não estou! Só na minha cabeça toda aquela arquitetura! Não vou conseguir descrever em palavras, mas quando estiver de volta com certeza vou comentar sobre esse lugar fascinante. Uma O2 Arena em Lajeado é impossível, mas um IndigO2 eu já começo a pensar melhor…

FINALMENTE um Jogo: Fulham X Blackburn

Para este domingo estava marcado, há mais de um mês, que a turma da Escola iria assistir ao jogo do time do coração do nosso Diretor. Eu acho que nunca havia ouvido falar do tal do Fulham, mas enfim, era um jogo de futebol e faz tempo que eu não consigo sentir a emoção de uma partida. Lá fomos nós! Mesmo cansado, depois de uma jornada de trabalho, nos encontramos às 14:30 em Wimbledon Station para ir até o XXX, estádio do Fulham.

Interessante! Uma arena bem projetada, com capacidade para aproximadamente 20 mil pessoas (pelas minhas contas). O estádio estava lotado! Como era de se esperar, não havia uma única grade que separava o campo da torcida. “OK”, vocês vão me dizer, “Na Europa é tudo assim!”. No entanto, vocês não têm noção do choque que é estar sentado há 3 metros do campo sem nenhuma divisória. Os jogadores de milhões de pounds há um passo de ti!

Felizmente sentamos muito perto do campo! No final, o resultado de 2 a 2 foi bom para quem estava afim de curtir um bom jogo, com gols e tudo mais. Nosso Diretor não estava muito feliz: empatar em casa nunca é bom!

Detalhes interessantes:
·    O Fulham não é uma grande equipe, mas possui dois jogadores “caros”. O atacante (lebrero) custou $ 6 milhões de pounds – aproximadamente 24 milhões de reais – e o Número 10 custou $ 4 milhões de pounds – aproximadamente 16 milhões de reais. No entanto, os caras não tinha nada de mais! Tem gente que não sabe nada de futebol mesmo!
·    Eu estava morrendo de frio! Meus pés estavam praticamente congelados e a jaquetinha da Festa Fantasia não estava conseguindo me manter aquecido. Eis que eu olho pro lado e lá estava uma guriazinha que eu pensei ter uns 6 anos, de camiseta! PQP! Esse pessoal aqui só pode ser louco! Ela tinha uma jaqueta, só que tinha deixado de lado!
·    Minha turma estava sentada nas arquibancadas “mistas”, digamos assim. Ou seja, tinha torcedor do Fulham e do Blackburn. Isso foi outra coisa que me chocou! Tudo bem, educação britânica, o pessoal não vai sair no soco! Mas espera aí! Tinha uns quatro guris do Blackburn no meio da galera que não estava nem aí e xingavam de tudo que é jeito quando o time deles fazia gol. Eu, que nada tinha a ver com a história, já estava afim de ir ali e dar um ultimato nos caras… mas tudo bem!

Bem! Acho que não tenho mais nada a dizer… Depois desse caminhão de informação, duvido que muitos chegarão até essa parte tendo lido tudo… mas tudo bem, eu entendo! É só pra eu não ficar com peso na consciência de não ter comentado com a galera o que aconteceu nos últimos dias.

Estamos sem conexão novamente! O vizinho do qual “roubávamos” a conexão resolveu colocar senha e cortou com o nosso barato! O que nos resta agora é esperar pelo dono da nossa casa, que nos prometeu colocar internet e até agora nada… mas tudo bem! Vou levando a vida com a internet da Escola mesmo…

Grande abraço a todos!
Desculpe as 1303 palavras, mas ainda não consegui aprender a escrever resumidamente as coisas!
Estamos aí! Passando frio, mas firme e forte!
Boa semana!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s