Sábado, 08 de dezembro de 2007

E aqui estou eu denovo. Esses últimos dias foram realmente corridos e agitados, o que me impediu qualquer contato com o mundo virtual… mas vamos em partes…

Resolvi que eu queria ganhar dinheiro. Normal né! Todo mundo quer dinheiro aqui seja pro que for. O jeito que achei foi trabalhar, mas trabalhar muito. Entrei em contato com a responsável da Cleanevent e ela me colocou para trabalhar em todos os dias que tinha evento na O2 Arena. Detalhe: DOUBLE SHIFT. O Double Shift significa simplesmente que eu entraria na O2 Arena às 16:30 e sairia às 06:00 do outro dia (12 horas de trabalho + 1:30 de descanso). Considerando que eu demorava pouco mais de uma hora pra chegar lá e o mesmo tempo para voltar para casa… SIM! Eu quase não dormia… na verdade eu dormia… estava fazendo uma média de 4 a 5 horas de sono por dia… nada bom para a minha saúde…

Só que eu só fui descobrir que isso não estava me fazendo bem no sétimo dia dessa jornada… quando não consegui dormir de tanta febre e quando ainda pegava no sono, suava que nem um condenado… Resultado: cama, remédio e alguns dias off´s que estou desfrutando neste momento. Mas a pegada foi forte mesmo! Meu organismo foi à estaca zero da imunidade e a febre veio que nem um trator. Quinta-feira à tarde eu estava com 39º de febre e com muita tontura. Não consigo chamar isso que tive de gripe… simplesmente porque não é! Foi realmente o meu corpo que ficou sem proteção e pediu socorro.

Enfim: neste momento (sábado, 23:45) eu estaria trabalhando, mas peguei uns dias de folga pra me recuperar. Segunda-feira começo denovo, mas agora só no Day Shift mesmo (16:30 às 23:00).

Nessa minha jornada louca de trabalho eu trabalhava no primeiro turno na O2 Arena, nos shows que continuam todos os dias, e à noite (no segundo turno) eu comecei a trabalhar fixo no IndigO2, aquele lugar da qual falei que era impecável, cheio de detalhes e que a limpeza tem que ser perfeita. Então: A única coisa que eu não sabia é que tinha um propósito de eu estar sendo transferido pra lá! Fui colocado em treinamento para virar Supervisor daquele lugar. Isso mesmo: SUPERVISOR! Tinham que ter visto! Camisa e rádio com o fone direto no ouvido. Hahaha… me olhei no espelho uma hora e percebi que nem na TIM eu trabalhava tão bem vestido… mas tudo bem…

Fui bem nos dois dias que treinei. O supervisor me largou sozinho com o IndigO2 inteiro todo sujo para eu cuidar. Organizei o pessoal e o serviço ficou bom! Não ficou perfeito… na hora de conferir com o supervisor como tinha ficado o trabalho sempre ficava alguma coisa para trás (um papel debaixo do sofá, uma mancha na parede, um pingo de cerveja no palco, uma mancha no elevador, ou outra coisa do tipo), mas em geral consegui me virar muito bem. Ele me falou que já estavam me observando há tempo para ocupar aquela vaga, pela maneira como eu trabalhava… hehehe… curti pra caralho! Um mês limpando chão e já um convite para supervisionar uma equipe, ainda mais em se tratando do lugar mais nobre da O2 Arena.

Pensei, pensei…. e pensei denovo… porque eles pensam que eu não tinha percebido, mas logo de cara quando comecei a trabalhar lá eu percebi que o cara tava me ensinando coisa demais…. qual tipo de produto usar em cada lugar, como usar a máquina (uma máquina que limpa o chão e já seca… já virou minha amiga agora, mas no início brigamos bastante… hehehe), como era o cronograma de limpeza lá… quem era chefe disso, daquilo… “ninguém é guri aqui!”, pensei pra mim! SOU EU!

No entanto a minha resposta teve que ser “não”. Coloquei na balança os meus objetivos aqui e neles não estavam incluídos responsabilidade e stress ao extremo. Eu me conheço muito bem! Eu suaria até cada canto daquele lugar estar limpo todo o dia para ter o meu trabalho reconhecido, mas não foi atrás disso que eu vim para cá. “I want to study English and travel around the Europe”. Esta foi a minha resposta. O supervisor ficou decepcionado, óbvio! Assim como outros que gostariam de me ver lá. Mas começar às 23 horas e não ter hora para ir pra casa, não poder mais ir para a escola… mesmo ganhando melhor (bem melhor) definitivamente não é o que eu quero. Valeu a experiência de ter comandado a equipe dois dias e ter o reconhecimento dos grandões da Cleanevent que me queriam lá. Mas por enquanto o jeito é trabalhar denovo, recuperar a moral e esperar outra oportunidade melhor…

E agora estou aqui. Recebi o demonstrativo do meu salário e novamente as taxas levaram mais de 25% do que eu trabalhei… e ainda estou enquadrado no código errado, o que me leva mais dinheiro ainda! Vou ver o que posso fazer para reverter isso na segunda-feira, quando trabalho novamente. Londres não é nada fácil pessoal. Se o inglês não é bom e a sorte não ajudar como fez com o Renan o negócio é um pouco mais difícil… mas vamos em frente!

Um grande abraço a todos!

Se cuidem e até mais!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s